28 outubro 2014

Eu não sei por onde começar esse texto.. Não tenho é coragem de escreve-lo, na verdade. Eu disse pra você que fiz vários textos, e fiz mesmo, estava lendo um deles agora a pouco, e senti uma saudade de quando conversava contigo. Eu sei que as coisas ficaram indefinidas, mal resolvidas, eu errei com você e não me preocupei em te explicar nada. Não fui atrás de saber nada, pelo contrário me afastei mais ainda, eu demonstrei não me importar e ser indiferente a você e a situação. Pra falar a verdade, todos os envolvidos se chatearam pela situação. Vez ou outra eu sinto falta de te contar as coisas e de você me aconselhar. Sinto falta também de escutar você dizendo tudo o que eu era pra você, e eu sempre te dizia que não achava que eu era aquilo tudo.. Eu falava tanto de você, e eu não sei porque diabos isso aconteceu com nós dois. Eu sei que perdi um amigo, um amigo que eu gostava muito, e que eu sentia o carinho até de longe, só na forma de olhar pra mim. Eu sei que estraguei tudo. Que fiz que você perdesse a confiança em mim... mas eu fiquei confusa com aquilo tudo acontecendo. Eu comecei a confundir as coisas, e eu realmente não sei se eu confundi, na verdade, você também estava confuso. Não adianta você dizer não... Eu te conheço, lembra? Nós nos conhecemos muitos. Sabe quando a gente ficava sem assunto e nós íamos falar de qual super herói nós parecíamos, ou qual super poder nós queríamos ter.. e a gente ria, se entendia, lembro de cada música que você cantava pra mim. Eu não sei se você ainda acredita em mim, mas, eu peço a Deus por você. Tantas coisas aconteceram contigo e eu fiquei de mãos atadas. Tive vontade de deixar o orgulho de lado e até o medo de você não deixar nem eu te ajudar, sinceramente, eu merecia... Mas, acho que eu também merecia que você conversasse comigo e me explicasse muita coisa. Como por exemplo, todas as vezes que você dizia que gostava muito de mim, e o fato de você dizer que muita coisa estava nas minhas mãos, e que eu podia decidir isso por você. Sabe do que sinto falta também? Da sua respiração ofegante quando não tinha coragem de perguntar algo, ou quando ficava escutando minhas histórias malucas.
Eu sempre tive medo de você perguntar se eu me arrependi do que fiz. Olha, com você, sim. Tem tanta gente envolvida nessa história que não daria nem como voltar atrás, não que eu quisesse, e mesmo se quisesse, não dava mais. O que eu queria te dizer também é que o peso do seu olhar dói demais. Porque eu não sei o que ele significa. Eu não sei o que o teu silêncio significa. Eu não sei mais nada de você. Vez ou outra te vejo sorrindo. Ah, eu sinto falta do seu abraço também. Da forma como você me abraçava, era tão forte que... eu me sentia segurando algo muito importante. E talvez segurasse mesmo.
Todos os dias eu lembro de você. E da forma como tudo aconteceu. Eu me culpo muito, mas eu não posso fazer nada, eu acho. E sinceramente, se eu pudesse fazer, não sei se faria. Eu só queria te falar que a felicidade não se resume em a gente se anular e sei o quanto você se anula pela felicidade dos outros. Faça suas escolhas, assuma, corra atrás. O passado não muda, mas o futuro, esse muda a cada escolha nossa. Se eu estiver errada e você estiver feliz, como eu penso que você esteja (pelo menos é isso que você aparenta), continue feliz. Eu estou de observando de longe e pedindo a Deus que ele cuide de você.

Reações:

Um comentário:

  1. Nunca cantei bem, porém todo mundo erra né?
    "Eu estou de observando de longe e pedindo a Deus que ele cuide de você."

    ResponderExcluir