22 setembro 2011

Das coisas que nunca falei aqui.



É tão estranho ter tantos sentimentos dentro de sí.
Você demonstra uns, esconde outros, descobre aqueles que nem sabia que existia.. e aí os sentimentos começam a se misturar, e você se cala quando o que mais quer é falar, desabafar, botar pra fora o que você não sabe o que está sentindo. 
Mais estranho ainda é você estar feliz, e de repente, você se entristece. Não estou falando daquelas bipolaridades ridículas de meninas de 12 a 15 anos que ficam meio deprês porque o cara que ela gosta deu um fora, hoje em dia é tão comum ser bipolar que eu tenho nojo desse nome.( Deixo aqui muito claro o quanto acho ridículo, essas adolescentes de hoje em dia acharem que mudança de humor, é ser bipolar, acho que devem achar isso importante. É bonito ser besta agora? )
Estou falando do distúrbio mesmo, da doença. Porque é totalmente NORMAL você está feliz, e porque aconteceu uma coisa triste, você fica triste. Ninguém aqui é doente ao ponto de acontecer uma coisa triste e continuar feliz. Só se você tiver Síndrome de João Bobo (diga-se de passagem, que eu gostaria muito de ter. )
O que eu estou querendo falar meus queridos leitores, é aquele Transtorno que não acontece NADA, absolutamente NADA, continua tudo do mesmo jeito, ai você pensa : E se acontecesse isso? E daí você fica com raiva, triste ... porque simplesmente PENSA que aconteceu. Pois bem, eu tinha/tenho isso. E quem convive comigo precisa ter um pulso muito forte. Fazia muito tempo, que isso não acontecia. E ontem foi um dia de paz, tudo tranquilo, tudo muito "Branca de Neve" , e simplesmente eu sentei na frente do computador, conversei com algumas pessoas e de repente... PENSEI. Tive crises de choro, fui bruta com muita gente e depois de um tempo... passou. Como se nada tivesse acontecido.
Fui até ao banheiro, olhei meu rosto naquele espelho médio e cinza, minha maquiagem estava totalmente borrada. E eu me senti feia. Não aquele feia de ser feia, mas aquele feia por dentro, aquele feia que maquiagem nenhuma da M.A.C ajudaria.. minha aparência é bonita, mas o meu interior é triste... E lembrei que antes de sair de casa, olhei naquele mesmo espelho e vi uma imagem que me agradou, e senti pena da menina que não seria eu naquela noite.
E horas depois eu estava ali. Tão bonita, mas tão feia. Mantenho-me calada esses dias, fechada, meio sozinha. Não que eu não esteja feliz, estou. Muito até. Parece até uma contradição isso.. mas estou. Mas sempre falta alguma coisa, ninguém concegue ser inteiro o tempo todo. Ou estar inteiro o tempo todo.
Depois de algumas horas, fui dormir. Minutos depois recebi uma mensagem:
" Mesmo que mude o sorriso, mesmo que mude o cabelo... se ai dentro ainda há um vazio, então o que tenho feito não é nada. Eu te amo. "

E é essa a parte que está toltamente inteira, organizada e bem resolvida da minha vida. O amor.





Reações:

21 comentários:

  1. Êta quanta coisa :X
    Bipolaridade,
    Beleza,
    Amor.

    PS: deixando bem claro que eu também acho ridículos essas meninas de 15 anos que morreeeeeeem por causa de amor. Não sabem de nada, nunca passaram por nada, e acham que sabem o que é o amor. ¬¬
    No lugar de tirar a catinga do mijo, como diria minha mãe!
    Eu, que tenho 24 anos ainda não sei direito o que é, a cada dia a gente vai descobrindo um novo significado, ai vem umas crituras dessas e acham que entendem de amor. Ah meu vsf. ¬¬ :m

    ResponderExcluir

  2. CONCORDO EM GÊNERO, NÚMERO E GRAU. :m (amei esse emoticon, nunca tinha percebido ele. OMG )

    ResponderExcluir
  3. Que bom que tem amor , se nao tive nada seriamos
    Muito profundo o texto ...
    Espero que voce melhore.

    ResponderExcluir
  4. No que você mais vê o tumblr são essas garotinhas se fazendo de bipolares, e nunca entendem que isso não é bom ! Olha, no meu caso é ao contrário, tudo está organizado menos a parte do amor,

    ResponderExcluir
  5. seguindo, segue de volta?
    http://gracielelongo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu não tenho esse problema de oscilação de humor sem causa aparente mas convivo com pessoas que têm e digo que é MUITO DIFÍCIL mesmo. Só com muita paciência e compreensão se consegue manter a serenidade nessas horas em que o outro tem seus rompantes.

    Pelo menos o amor vai bem, isso já é uma grande coisa!

    :d

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  7. adorei !
    tenha uma ótima sexta-feira para você ;x
    beeijs !

    ResponderExcluir
  8. Texto lindo, lindo mesmo!
    Senti na pele, até parece que foi eu que escrevi, me encontrei entrelinhas.

    Saudades de ti ♥

    ResponderExcluir
  9. Andressa, é complicado comentar porque cada pessoa é uma pessoa, mas também acredito que existem dias bons e dias ruins. Todo mundo passa por períodos que quer ficar completamente sozinho e nada agrada, e isso não quer dizer que tenha que se sentir errado por isso. Como diz a música do Frejat "Rir de tudo é desespero". Eu penso desta forma. Parabéns pelo texto. Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Bom, pessoas são complicadas mesmo. Todas elas, com seus momentos que oscilam entre Dr. Jekyll e Mr. Hyde.
    O negócio é tentar com que Jekyll esteja na superficie pelo maior tempo possível...
    bjos

    ResponderExcluir
  11. Bem, acho que realmente existem muitas menininhas de 12 a 15 anos que não sabem nada do amor, e que ficam se julgando bipolares sem nem saberem que bipolaridade é doença seria e muito complicada, mas falar que todas são assim é generalizar demais...cada caso é um caso, tenho dezesseis e sei bem o que é o amor, posso não entendê-lo muito bem, mas o conheço, e o senti/sinto apenas uma vez na vida, e durante cinco anos, se não é amor, é o que?
    -
    todo mundo tem dias ruins e dias bons, mas tudo fica bem depois.

    ResponderExcluir
  12. eu gosto de vir aqui...
    porque é real tudo quem tem aqui..
    e na maioria das veses..eu me vejo descrita nessas palavras!

    ResponderExcluir
  13. E quem bom, que em meio a todos esses sentimentos loucos,o amor sobreviva.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  14. ooooooooi gêmula? kkkkkkkkkk

    Dêssa ainda bem que a parte organizada da sua vida é o amor, imagina se além de tudo estivesse bagunçado?
    nooossa imagina a confusão? rsrsrs'

    saudade sua ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi querida
    to fazendo um desafio no meu blog, e gostaria muito que vc participasse, as incrições vão até dia 01. Vem lá dar uma olhadinha!
    Ta aqui o link:
    http://asoonhadora.blogspot.com/p/entre-cartas-e-cancoes.html
    Deus abençoe

    ResponderExcluir
  16. Oi querida
    to fazendo um desafio no meu blog, e gostaria muito que vc participasse, as incrições vão até dia 01. Vem lá dar uma olhadinha!
    Ta aqui o link:
    http://asoonhadora.blogspot.com/p/entre-cartas-e-cancoes.html
    Deus abençoe

    ResponderExcluir
  17. Adorei esse post sua linda. Diz muito do que acredito!

    ResponderExcluir
  18. Concordo com tudo do 1° comentário, e acho lindo o cuidado que ele tem por ti.. Espero que já esteja tudo bem.. Saudades :)

    ResponderExcluir
  19. Se te vale como consolo isso acontece comigo também.
    É um desassossego sem motivo, sem graça e sem porque. Mas que vem e se instala e toma conta de tudo o que a gente pensa.
    Não gosto de me sentir assim e fico meio chateada quando acontece sem um motivo de verdade.

    Mas fica sossegadinha que logo passa.

    Um beijo

    Thais

    ResponderExcluir
  20. no meio de esconde
    e aparece,
    tudo tem seu momento
    e o que tiver que acontecer
    irá.
    lindo amanhecer

    ResponderExcluir
  21. Muito eu esse texto, mas costumo dizer que tudo o que acontece não é mudança de humor, é bipolaridade mesmo! Há dias que fico bem de manhã, a tarde, mas chega a noite, ou até a tarde mesmo, quando estou no computador ou fazendo outra coisa que, acaba me entristecendo, me fazendo ficar chata o resto do dia, me fazendo ignorar as pessoas e não querer falar com elas. Desconto tudo em pessoas que não tem nada a ver, e quando não desconto sou criticada por estar quieta no meu canto. Acho que TODAS as pessoas são assim. SEM EXCESSÃO.

    ResponderExcluir