22 outubro 2011

Das cartas de setembro



Amanhecerá primavera meu querido. Os ventos continuam fortes apesar de já ser setembro. Os ventos continuam tentando arrastar tudo de mal para longe. E por mais que ainda reste um mínimo de frio, a gente sabe que dentro dos próximos dias o sol fará sua parte. Resta a mim e a você permitir que o futuro esquente também nossos corações. Porque é no verão que as pessoas não suportam solidão e já não há mais tempo para tanto sofrimento, afinal o verão está quase aí e o final de ano também se aproxima. Sorrimos pelo simples motivo que passamos por mais um ano ilesos, embora não sabemos pelo que.  Quando você menos percebe já estamos desejando que o próximo ano seja melhor. Ou um pouco melhor. Eu quero um pouco mais de ânimo. Porque tem dias... ah, tem dias que doem tanto. Tanto! Que somos obrigados a suportar, tolerar, a sobreviver. Esperança. Fé. Amor.  Não adianta de nada se não tiver esses três sentimentos. Mas na realidade, quanto amor disperdiçado. Maldita mania de queremos viver sempre no impar.Maldito egoísmo subliminar. Só que ano que vem é par. E eu quero a dois, (quero isto pra ti também, principalmente pra ti.) Dois sons, dois tons. Um bom domingo e alguém que me traga paz. Porque a guerra eu mesma crio, e como você sabe, crio bem demais. Sofro antecipadamente e você sofre as consequências da minha loucura. Permita que eu crie nosso romance. Nada de contos de fadas, eu não gosto deles, apesar de você gostar dos musicais. Permita eu me permitir. Esqueça os meus ciúmes e me ensine a ser melhor, já que você sabe ser com tanta facilidade. Você é um sorriso. Um abraço. Um beijo. Uma ternura. Você é o gelo que esquenta, e esquenta muito bem quando toca meu corpo. 
A primavera meu querido, está aí com suas flores e cores. Sentimentos bons e ternos, ruins,indiferentes e arrependimentos. Que nós dois vivamos isso. Somos estranhamente lindos juntos. Esqueça das outras pessoas, precisamos somente que nós dois acreditemos na força desse romance. Há de fazer um calor terrível nos próximos meses. A pele há de esquentar.  O coração há de esquentar. E o amor, o amor esse está esquentando a cada dia que passa. 
Não sei mais o que escrever meu querido, pois é isso que sei que sinto. E nem sempre isso basta. 

Com amor,
sua menina.
Reações:

16 comentários:

  1. menina que texto lindo.
    me vi em suas palavras..
    "Porque a guerra eu mesma crio, e como você sabe, crio bem demais. Sofro antecipadamente e você sofre as consequências da minha loucura."

    amei amei amei.
    se você me permitir, queria colocar alguns trechos dele no meu blog tá?

    beeijo flor :)

    ResponderExcluir
  2. É incrível, como não entendi muito o nome do teu blog.
    Mas tuas lembranças estão muito vivas.
    Tatuadas na alma.
    Lindo isso!

    ResponderExcluir
  3. Para esses dias, esses que doem como ferida aberta, não há remédio.

    Sofro de dias assim também, são sangrias.

    Beijo, querida.

    Lindo, lindo demais o post. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. viva a primavera
    com esse mundo magico
    dela.
    lindo domingo
    :)

    ResponderExcluir
  5. eu gosto dos contos de fadas, sempre terminam bem, e a gente nem sabe o como foi o para sempre...

    ResponderExcluir
  6. Lindo, lindo mesmo!
    Que felicidade (:

    ResponderExcluir
  7. Bonito texto. A vida deve sempre se mover pela expectativa de dias melhores. Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Bem legal teu blog Andressa...

    E bom encontrar uma conterranea cearense nesse mundo da blogosfera...

    Sempre ficar passando por aqui...

    E setembro pra mim, mês de grande inspiração pra escrita, pelo menos pra mim...

    ResponderExcluir
  9. Perfeito e minha cara: "Nada de contos de fadas, eu não gosto deles, apesar de você gostar dos musicais." Amei o post, lindo demais, e adoro essa foto ^^

    ResponderExcluir
  10. Lindo e intenso...

    "A pele há de esquentar. O coração há de esquentar. E o amor, o amor esse está esquentando a cada dia que passa."

    Adorei!

    ResponderExcluir
  11. "Somos estranhamente lindos juntos."

    As coisas mais bonitas às vezes são estranhas... e improváveis.

    Gostei daqui! Tô seguindo.

    Se puder passa no meu e segue:
    http://leilakruger.blogspot.com

    Uma ótima semana primaveril de brancas flores de paz.

    Bjo!

    ResponderExcluir
  12. Ah, a primavera! Lindo texto!
    Tenha uma semana florida. :D
    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  13. Ahh que lindo Andressa...tão leve, tão sublime...coisa boa de ler e sentir! bjss

    ResponderExcluir
  14. Que carta linda Andressa, adorei a escrita toda.

    ResponderExcluir
  15. Lindo, lindo... Como são terriveis esses dias!
    Adorei teu post!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Um texto delicioso, aliás como tudo o que escreves!...


    Beijos,
    AL

    ResponderExcluir