09 setembro 2011

Reinvindicações ...



Tenho me sentido aguniada, em câmera lenta... é estranho, a gente faz escolhas e elas não vem completas, nos cabe ajeitar aqui e ali..
Saí de casa hoje, às 7:47 ... trabalhei, resolvi minha vida: faculdade, "adultices", comprei roupas pretas como sempre.. , monografia.. Saco! Ser adulto é chato! Ter perspectivas curtas é um saco, exames, carreira profissional, ter que beber menos café, tirar a carteira de motorista, ser saudável. Tudo isso é chato. Vou fazer 20 anos e já sinto o peso da idade chegando. Alguém tem noção do que é isso?
Sei da necessidade que tenho de sair falando sozinha, de conversar no espelho, de ir ao shopping sozinha, de ficar sozinha, de ler um livro, de escutar música acústica, de escrever e fo texto ficar pela metade e sair riscandoo a folha... e sabe, tem dias que não me sinto mulher o suficiente, porque tudo que eu tenho pra falar pra minha vó ou pro meu namorado é como estão as coisas e só. Acaba o assunto. Sou do tipo de pessoa que fala muito e que não fala nada ao mesmo tempo, mas isso é pra quem me conhece muito, pra quem não me conhece, pensa que eu sou muda.
Aí eu me lembro, ei sou adulta, até onde sei, dona do meu nariz, porque tudo tenho que explicar? Porque preciso desse tipo de aprovação do "olha como faço tudo certo!" Porque tenho que explicar que gosto de ficar sentada no banco olhando para o nada, porque as pessoas simplesmente não gastam tempo tentando me conhecer ao invés de me cobrar uma postura que sequer prometi? 
Não sou o tipo previsível e nem cheguei até aqui para ter uma vida programada, sou professora de Inglês, tenho uma carreira toda pela frente, tenho planos pra pós-graduação, mestrado em Lisboa, não quero chegar aos 30 sendo somente uma pessoa simpática, equilibrada e e legal. (Se bem que simpática eu não sou muito hoje em dia, e seria interessante ser isso um dia na minha vida!)
O que eu quero? Eu quero viajar pra Portugal, quero ter todos os livros do Caio Fernando de Abreu, quero passar dias com o meu namorado sem ninguém falar de ... , quero ser pedida em casamento, mas não quero me casar agora, quero adotar a Fernanda, quero reunir sempre meus amigos num churrasco ou numa lasanhada, quero comer muita pizza 4 queijos, doritos, coca-cola, quero sempre meu Chanel 05, quero MINHA VIDA GENTE. OI? MINHA VIDA! MINHAAA, M I N H A, minha. ♥
Quero parar de rodear a vida de quem quer que seja, independente do quanto eu o ame.
Sou do tipo de pessoa que usa salto alto sim, que me maqueio sim, independente da situação, e SEMPRE, SEMPRE gostei de roupas escuras. Não, não sou gótica, nem nada do tipo. Mas não existe coisa mais elegante do que preto. Como diria Mortiça Addams : Preto é uma cor feliz!

Reinvindico aqui o meu direito de ser idiota, de fazer merda e quebrar a cara, e andar molhando o chão da casa, e secar a mão na roupa, e andar de calcinha e sutiã pela casa, comer esfiha e frapê capuccino uma vez por semana, errar minha receita infalível de bolo de chocolate uma vez na vida, cortar o cabelo e me arrepender e gritar quando alguém é grosso comigo, quero me rir de mim mesma, e rir dos outros, e voltar a falar "você está se levando demais a sério".
 Eu mesmo vou viver minha vida, e o resto, vai acontecer quando tiver que acontecer. 


Baseado no texto de Cristal. 

Reações:

20 comentários:

  1. Aplausos pra esse texto!

    ResponderExcluir
  2. Oii amei seu novo visual do blog!
    Ótimo fim de semana, Deus abençoe querida!

    ResponderExcluir
  3. Acho perfeitamente justo e esse direito deveria ser assegurado por lei!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Eu tbm queroo todos os livros do Caio! :D
    Querida, sempre bom passar por aqui, lindo lindo.
    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  5. Agora me deu medo! Mas é isso aí, Carpe Diem. :s

    ResponderExcluir
  6. Quando comecei ler, pensei "A Cristal falou isso outro dia.." Mas achei que não conhecia, e amei também, vamos fazer o que queremos da nossa vida! :)

    ResponderExcluir
  7. Muito bom, muito bom mesmo!
    Amei a parte dos livros do Caio (:
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  8. Com certeza, um texto que gostaria de ter escrito.
    E complementando a última frase do texto, cito Guimarães Rosa: 'O que tem de ser tem muita força.'

    ResponderExcluir
  9. Ai ai guriazinha1Quem foi que disse que crescer seia fácil.Me super identifico com que tu escreve eu me cobro muito tenho uqe ser uma adulta exemplar, tenho que agradar aos outros,mesmo que isso muitas vezes me desagrade.Também quero ser LIVRE,mas isso parece tão difícil...
    Beijossss

    ResponderExcluir
  10. Uhum um lindo texto, é esse o sabor da vida, ajeitar aqui e ali, um pouco de cada vez, até que tudo se encaixe (nunca)!

    ResponderExcluir
  11. Andressa,

    A vida é muito mais fascinante se caminharmos junto dos abismos!... :))***

    Beijos,
    AL

    ResponderExcluir
  12. OMG morri com o novo layout do blogggg,lindo igual a tú!!!rs
    Amei o texto...
    amei tudoooo...

    ResponderExcluir
  13. a vida é sua e você é que tem que vive-la como quer!
    ms ser adulto tem o lado bom, você é seu unico dono, ninguem mais manda em você, só se vc deixar…rs

    ResponderExcluir
  14. Ahhh moça, tanta coisa fica igual perto dos 30...mas mto muda tb, aproveite, viva, extraia o que de melhor puder e siga seu coração, sempre! É sempre o melhor a fazer! bjsss

    ResponderExcluir
  15. Sempre gostei desse modelo!
    Tá lindo amiga ♥

    ResponderExcluir
  16. Oi Andressa. Não dá pra querer atender a todas as expectativas do mundo. Realmente crescer dói e ser adulto é arcar com um monte de chatices das quais não conseguimos fugir, mas acho que independente da idade que se tenha vale sempre ser a pessoa que se é. Vale a autenticidade no que se faz. E o principal tu tens como já demonstrou no texto, sonhos, isso é tudo. Um abraço!

    ResponderExcluir