15 agosto 2011

A arte é ...



Enquanto todos querem ser artistas, eu só quero ser normal. Escrevo apenas por escrever, é tanta coisa dentro de mim desorganizada que só escrevendo para começar a ter alguma forma. Citei forma como sinônimo de sentido pois a forma em si é o que menos me preocupa. Hipócritas são aqueles que começam um curso de humanas, em especial letras, e já carregam no peito um brazão " discípulo de Manuel Bandeira" ou " Carlos Drummond ou Lispector". Engraçado que isso se aplica para uma parte da sociedade que acha que referência e reprodução são as mesmas coisas. Ignorante eu fui quando pensava que seguir aqueles que admiro seria um ato de falta de personalidade pois seria como me esconder atrás dos grandes feitos dos outros. Na verdade, hoje sei que para se obter alguma luz criativa, é necessário conhecer inúmeras boas fontes e á partir de então, seguir teu rumo à sua maneira. Vejo um lance meio familiar com as referências: é sadio olhar um rosto e ver traços de quem foi seu avô, seu pai, seu tio e etc. Algo que ultrapassa a tradição. Nunca fui boa reproduzindo e tanto que descobri que a falta de graça quando cito algo que foi engraçado tem a ver com isso. Não sei reproduzir como o que foi de verdade, reproduzo no meu ritmo. Enfim, acho que a reprodução é um dom porém as pessoas não respeitam a quem elas são e o que são suas origens quando reproduz algo ou alguém. Reproduzir tem hora e local para ser colocada em prática. Tem gente que pratica a arte da reprodução durante a vida inteira. Isso eu acho triste. 





Jordana e Andressa.
Reações:

23 comentários:

  1. Eu gosto muito desses autores, eles sem dúvida são gênios, mas acredito que se deve ter criatividade em tudo que se faz... Tentar escrever o que é vc! Tentar mostrar como vc ver as coisas!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do post! Modéstia vai, ADOREI! :n

    ResponderExcluir
  3. Referências devem despertar a nossa própria identidade. Concordo contigo.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. A reprodução é o calibre mais utilizado nas chacinas contra a criatividade. A originalidade não pode ser violentada.

    O que existe é um comodismo exacerbado em colocar a coroa dos outros na cabeça. Escrever com a caneta de outra pessoa.

    Louvável esse pensamento, srtas.

    ResponderExcluir
  5. Não há porque seguir alguém quando temos nossas próprias palavras...
    beijo menina :g

    ResponderExcluir
  6. ter como referência e não copiar.
    nao temos covers em livros…ou temos? rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  7. De fato, seguir um estilo seria inspirar-se nele e não copiá-lo e o absorver de tal forma que não tem como saber onde está o discipulo e onde está o aluno.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Parabéns pelo Blog.
    Que texto hein?
    "Escrever é se desvendar pouco a pouco"
    Seguindo-te.
    Convido-te a visitar o meu, se gostar seria um prazer te-la como seguidora.
    Bjoo..♥

    ResponderExcluir
  9. É algo assim de concordarmos com a nossa alma, porém pequena. Temos exemplos na vida. Cópias não é bem o que alcançaremos com sucesso. Tudo depende do que nossa alma quer de verdade.

    É um belo texto. Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  10. Simplismente tudo, tem gente que não tem alma, e fica vampirizando a vida dos outros, e tem os piores que fazem isso, e ainda dizem que somos nós a fazer, tais psicopatas aff, amei texto, parabéns, lavada de alma.. beijos meus doces

    ResponderExcluir
  11. Um dos melhores textos que já vi até aqui..
    Sempre precisamos de alguém para nos inspirar, pense nisso :)

    ResponderExcluir
  12. É verdade.
    Escrever tem que ser algo que vem de dentro e ai exteriorizamos. Nem todo mundo tem o dom de se conhecer...

    beijôs!

    ResponderExcluir
  13. :n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n:n

    Parabéns Andressa, de uma objetividade, clareza e percepção de mundo INCRÍVEL.

    ResponderExcluir
  14. Ah que querida, obrigada. E fique bem ok, você é uma linda.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Arrumar os sentimentos por meio da escrita, é trabalhar num jardim e sempre sentir o perfume das flores ser absorvido pela alma.

    ResponderExcluir
  17. não existem textos mais belos do que aqueles que escrevemos sobre nos mesmos!

    ResponderExcluir
  18. Sou uma grande admiradora desses autores mas acho que deve-se primeiro ter personalidade e criar suas próprias expectativas, nao baseadas em vidas alheias , mas como eu sempre digo "Escrevo o que meu inconsciente grita , abro uma janela a partir do dedilhar do teclado " , Parabéns pois voce é tao agraciada de talento quanto qualquer um deles...

    ResponderExcluir
  19. Curti o blog,
    muito interessante...

    to seguindo, retribui??

    abraços,
    http://devilge.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Eu estava relendo os comentários eu achei que soou uma coisa meio "não copie os "clássicos" crie você mesmo" mas acredito que deve-se compartilhar sim pois talvez não se conheceria outros escritores e cada um expressa-se de um jeito & maneira pra demonstra o que é "belo ou não" pra sí e pro próximo, basta saber quem faz e quem fez pra não ter problema. Expressar-se pelo outro também é válido vai e personalidade a gente acumula gotas de referências que nos agradam ou não... nem precisa postar esse comentário Andressa,é mais pra nós mesmo...
    Não sei se é post automatico... :P rs

    ResponderExcluir