01 abril 2011

Flores, para quem não merece!

Então, hoje é seu aniversário.
E eu não sei o que falar. Você não merecia palavras, nem atitudes, nem sentimentos. Mas querendo ou não, eu tenho uma ligação com você. Forte.
Eu estou muito bem esses dias, tirar férias de mim mesma está sendo ótimo para mim! E hoje eu lembrei que você completa mais um ano de vida. Só que eu lembrei também dos 15 anos que eu fiz aniversário e você não apareceu em nenhum. Lembrei das vezes que você me via, e virava o rosto pra mim. Eu não entendia, eu nunca fiz nada, eu só achava estranho, e tudo aquilo era recompensado pela minha mãe, com o amor dela, com tudo o que ela fazia por mim. E não foi pouco. Apesar dos nossos desentendimentos, nós sempre nos amamos. Afinal, não é fácil ser mãe. Principalmente se o pai foi você, e se a filha sou eu. Acho que você entende o porque do foi.

Tenho raiva de ser parecida com você, de ter teus defeitos e tuas qualidades. Tenho raiva do meu olhar lembrar você, da minha altura que é a sua, do meu corpo, da minha cor. Mas tudo bem, mesmo assim, eu pareço ainda mais com a minha mãe. É o que me salva. Meu cabelo era claro, como o seu, então eu pintei, e hoje ele está preto, quase azul.

Eu não entendo muita coisa, e acho que essas dúvidas nunca vão ser esclarecidas. Apesar de hoje, você fazer de um tudo para apagar essa imagem que eu tenho de você, a primeira impressão é a que fica. Na realidade não, porque se fosse, eu sempre viraria a cara pra você. Acho que você nunca imaginou que uma lembrança dessa ia permear uma vida toda. Mas o que mais me intriga, é que mesmo com tudo isso, eu gosto de você. Gosto.
Até lembro no aniversário da minha irmã mais nova, que tocou essa música, e nós dois dançamos. - Você não vale nada mais eu gosto de você, tudo o que eu queria era saber porque ♫
Forrozeiro, como eu, sabe dançar muito bem como eu, tem resposta pra tudo como eu, sorri ironicamente acabando com qualquer pessoa como eu, consegue o que quer como eu.

Nathalia me ligou, perguntando o que eu queria dizer pro meu pai. Então eu disse, diz a ele, que amor é quando você gosta de uma pessoa bem mais do que ela merece, e depois dá os parabéns. Depois diz pra ele vir aqui qualquer desse. E diz também que... ah deixa pra lá.

Tudo bem, eu vou dizer principalmente o ... deixa pra lá.
Reações:

13 comentários:

  1. que forte isso :/
    mas vocês se amam!
    CERTEZA!

    ResponderExcluir
  2. "Meu cabelo era claro, como o seu, então eu pintei, e hoje ele está preto, quase azul."

    REVOLTADA!OEIAOEIAOIEAOIEAOIEAOEIAOEAE

    ResponderExcluir
  3. tudo, tudo vai-dar-pé!

    ResponderExcluir
  4. Relacionamento difíceis e mágoas é o que mais vamos passar nessa vida.. Mas vamos sobreviver! Sorte!

    ResponderExcluir
  5. São vínculos fortes demais e por isso resistem às dores...mas não às marcas.

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  6. Final de semana iluminado.
    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  7. Poxa Andressa, eu não sabia que você tinha blog, entrei no teu twitter e não sabia que você tinha tanto talento pra coisa!
    Pô parabéns ai viu?
    quando der te acompanho aqui

    bjs.

    ResponderExcluir
  8. Brigada Luís, meio surpresa de você aqui, mas seja bem vindo! (:

    ResponderExcluir
  9. Nossa, tu arrebentou agora!
    Nem sei o que dizer hein...
    Tenho uma amiga em uma situação parecida, ela até fala com o pai e talz.
    Mas muita coisa boa pra ti!
    Um bom final de semana!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  10. eu nem consigo escrever nada sobre isso.
    perdi meu pai aos 7 anos e ele é só saudade…
    mas eu acho que amor tem que ser reciproco mesmo!

    ResponderExcluir
  11. amiga tu é forrozeira e eu nem sabia Oo

    ResponderExcluir
  12. Eu lembro do primeiro texto que li sobre o teu pai, e lembro exatamente do que te falei e do que tu me respondeu, aquele papo de falar diretamente pra ele, e lendo esse texto agora só tenho a te dizer, Amor não se explica flor, ele existe e a gente sente, nem que venha acompanhado de um caminhão de rancor e de trilhões de magoas... o fato é que o amor desperta em nós, muito mais do que se pode compreender!

    ResponderExcluir