25 abril 2011

Confrontos.


Eu estava fugindo, de mim mesma. Estava evitando o máximo esse confronto. Não sei como as coisas chegaram ao ponto que chegaram, mas é a hora de assumir primeiramente pra mim mesma que tudo mudou. Primeiramente sair dali, foi o primeiro enorme passo que eu dei, até agora não sei se foi o certo, porque costumo não ficar triste com as minhas decisões, por mais fria que eu seja, sempre tem alguma coisa que mexe. Meu coração não é de pedra, como muitas vezes eu gostaria que fosse, eu sinto,talvez sinta mais do que todo mundo, porque além de sentir, eu me preocupo eu não transparecer o que senti, e aqueles olhares, abraços, "eu te amo" sinceros que recebi, choros, sorrisos tristes, "vou sentir tua falta!", "me perdoa amiga?" aquilo ali me fez ficar pensativa e sentir um vazio, um buraco no peito, é como se cada um ali, que eu amo de verdade, tivesse ficado com um pouco de mim, e ficou pouco de mim em mim mesma.
Eu sei que o fim é um recomeço, significa que coisas boas estão vindo. Mas nesse meu caso, não foi preciso virar a página, vou preciso começar a escrever um novo livro. Não que os personagens da história antiga foram insignificantes, pelo contrário, fizeram todo sentido. Mas infelizmente, não sei se vão voltar a aparecer nessa nova fase da minha vida, digo, do meu livro. Principalmente, os que marcaram mais. Não sei se me entendem.
É estranho mas as vezes a repetição do choro, das palavras, dos abraços, .. ecoam tanto dentro de mim, que eu me sinto pertubada, estranha por não saber o que está acontecendo. Eu sei que eu não deveria sofrer tanto com uma perda que eu quis, por opção própria ter! Mas, acontece.
Conheci pessoas, que estão começando a fazer parte do meu novo livro. E tenho uma intuição, (aquelas de canceriana sabe?) uma intuição de que essas pessoas vão escrever uma história bonita! Uma história típica minha, com amores, confusões, precipitações, ilusões, mas que vão ter fins bonitos. É mais ou menos assim que as coisas estão caminhando. Olhar pra trás, ou pro lado não vai adiantar muita coisa, a não ser lembrar de tudo aquilo que eu já consegui esquecer. E hoje eu cheguei a conclusão de que pessoas passam, param, marcam e mudam sua vida!
Reações:

16 comentários:

  1. nem todo mundo que chega em nossas vida, fica. tudo passa, até as coisas boas. nós também passamos, então, a melhor escolha é fazer com que seja bom... belamente memorável.


    =)

    um bj, linda.

    ResponderExcluir
  2. As relações interpessoais também são efêmeras... ;(

    EI ANDRESSA, TEU BLOG NEVA!! :D (Desculpa, não me contive >.< kkk)

    ResponderExcluir
  3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    EU RI MUITO AGORA!
    SHAUSHAUSAHSUHUHUAHSUHASUS

    ResponderExcluir
  4. Sabe amiga, eu não sei o que aconteceu, mas sei que tudo que faz é para ser melhor para vc e sendo melhor e vc estando bem, eu ficou bem e feliz.. Te amoo!

    ResponderExcluir
  5. Já quis que tantas pessoas continuassem na minha vida, como canceriana, odeio mudanças bruscas, mas elas me fizeram ver, que quando tudo muda, muda pra melhor !
    Beijo floor *;

    ResponderExcluir
  6. Fugir, às vezes é o primeiro passo para se ver melhor o que há no fundo de toda a crosta que ouso chamar de nossa personalidade projetada.

    ResponderExcluir
  7. Ai. Assim. O confronto dá trabalho, resolver dá muito trabalho.
    Mas empurrar com a barriga é feio, é coisa de covarde.

    Se precisar, se resolva, consigo mesma!

    bjs amiga linda.

    ResponderExcluir
  8. Faz um tempão que não passo aqui, acho que tu nem lembra de mim, mas eu tive a necessidade de viver como andavam as coisas, e comentar nem que seja só para dizer que me indentifico com essas metamormofoses, também sinto as dores e alegrias de recomeçar um livro e me empolgar com a nova true story que etsá por vir...

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. É andressa a vida é uma eterna mutação, lembra aquele meu texto de que exitem pessoas para andarem ao nosso lado e outras pra indicar o caminho é você está passando por isso...
    e não se pergunte o pq de você chorar sendo que foi uma escolha sua, afinal essas são as piores pq fomos não que escolhemos se for triste ou se der errado não podemos nem colocar a culpa no destino pra amenizar a dor... mas relaxa que tudo vai dar certoo (y) (Jussielly)

    ResponderExcluir
  10. Ai, fiquei um tempo sumida, né? Estava com saudades do teu canto, das tuas palavras sempre assim, puras e com tanto significado. Mais uma vez simples e lindo. Beijão!

    ResponderExcluir
  11. é exatamente isso, olhe para frente
    o/
    o futuro pode ser bem promissor se acreditarmos.

    ResponderExcluir
  12. É muito raro pessoas passarem por nossas vidas e ficarem, 99% delas vão embora, e é ai que temos a obrigação de começar uma nova história com outras pessoas, e talvez essa história vai ser ate melhor.

    Adorei o texto flor!


    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Me encantei por teu blog, pelo teu texto, futuro faz bem, ser feliz mais ainda, bom vou voltar sempre, xoxo.

    ResponderExcluir
  14. Não é por ser uma opção nossa que vai deixar de doer... é natural... mas o tempo ajuda!
    Desejo-te coragem e determinação na escrita das páginas desse livro novo, com novas personagens que igualmente te vão tatuar ou moldar ou simplesmente marcar...

    beijos lusos

    ResponderExcluir